expr:class='"loading" + data:blog.mobileClass'>

segunda-feira, 22 de outubro de 2012

Comédia - #30

Longe desta pobre alma zombar do senhor,
Longe deste imundo rir da criatura,
Longe da criatura, conhecer o amor...

Sorria, é o teatro,
Sorria, é uma comédia,
Sorria...
Mas o palco esta vazio.

Façamos uma homenagem a Baco bela senhora,
Irei curtir a fama, enquanto ela não vem!

Ai de mim pobre ator,
Que gesticula e argumenta com o corpo,
As amarguras da vida...

-Corra criatura, meu pai esta para chegar!
-Por que diabos temeria seu pai?
-Não teime fada! Ele lhe decepa!
-Que me decepe! Se isso significa ter-la...


Nenhum comentário:

Postar um comentário